Power BI Deploy and Maintain Deliverables (10-15%)

Finalmente o último módulo do Exame DA-100, agora é fazer alguns simulados e testes até me sentir seguro pra tirar o exame!

Lembrando que, a visão completa do Exame está no link Power BI DA-100 Certification.

Deploy and Maintain Deliverables (10-15%)

Manage datasets

• configure a dataset scheduled refresh
Scheduled Refresh são atualizações agendadas dos datasets que você tem no Power BI Service. Caso seu dataset utilize dados on-premise, você irá precisar de um data gateway configurado pra conseguir realizar o refresh, no entanto, se os dados estiverem em alguma cloud com acesso direto, como um sharepoint online por exemplo, basta informar usuário de login e senha. Refresh podem ser realizados até 8 vezes numa workspace de shared capacity e até 48 vezes numa workspace Premium. Link:
https://docs.microsoft.com/en-us/learn/modules/manage-datasets-power-bi/5-dataset-refresh

• configure row-level security group membership

Já falei pra caramba de RLS no blog, mas definir um “row-level security group” significa definir um grupo lá no RLS do Power BI Desktop que poderá acessar algum tipo de conteúdo. Isso pode ser feito estaticamente ou dinamicamente. E depois de definir e testar o RLS no Power BI Desktop, você precisar ir no Power BI Service, na parte de segurança do dataset e informar quais pessoas ou grupos irão pertencer aos grupos de RLS que você criou. Links:
https://docs.microsoft.com/en-us/learn/modules/row-level-security-power-bi/
https://powerbixpert.com/2020/08/20/power-bi-rls/

• providing access to datasets

Dar acesso num dataset pode acontecer em vários momentos, com diferentes permissões. Atualmente datasets tem permissão de read, write, reshare e build. Quando você dá acesso num report, num dashboard ou numa app, você está automaticamente dando acesso, pelo menos, de leitura. Gerenciamente de permissões de um dataset pode ser feito no Power BI Service na parte de “manage permissions” dos datasets. Links:
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/connect-data/service-datasets-share
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/connect-data/service-datasets-build-permissions

• configure incremental refresh settings

Incremental refresh é muito útil quando você precisa atualizar bases de dados muito grandes e é recomendado quando esses datasets gigantes são muito utilizados, mas pouco atualizados. Isso porque se você ficar atualizando toda hora, o Power BI Service vai precisar toda hora ficar reindexando seu dataset. Para que Incremental Refresh funcione é preciso utilizar dois parametros obrigatoriamente, RangeStart e RangeEnd, que são parametros de data que o Power BI utiliza pra fazer o controle do refresh incremental. Outra coisa, Incremental Refresh só é recomenado quando sua fonte de dados pode realizar Query Folding. Links:
https://docs.microsoft.com/en-us/learn/modules/manage-datasets-power-bi/6-incremental-refresh
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/admin/service-premium-incremental-refresh

• endorse a dataset
 (removido em 24/set)
• promote or certify a dataset
 (adicionado em 24/set)
Promote e Certify de um dataset são formas de garantir que os datasets são bons e podem ser reutilizados sem medo por outras pessoas que possam precisar daquele dataset. Promote é mais simples e qualquer pessoa com permissão de Write num dataset pode colocar ele como Promoted. Já o Certify só pode ser feito por uma lista de pessoas previamente definidas pelo Administrador do Power BI. Apenas datasets Promoted podem ser Certificados. Links:
https://docs.microsoft.com/en-us/learn/modules/manage-datasets-power-bi/7-manage-datasets
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/connect-data/service-datasets-promote
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/connect-data/service-datasets-certify

Create and manage workspaces

• create and configure a workspace
Criar workspace deve ser feito no Power BI Service. Uma workspace pode ser do tipo Premium ou normal. Você ainda pode definir quais serão as pessoas a serem notificadas caso aconteça alguma coisa com aquela workspace. Também é possível atribuir a workspace a uma pasta de OneDrive. As permissões de acesso da workspace podem ser Admin, Member, Contributor ou Viewer. Cada workspace pode ter um App.
https://docs.microsoft.com/en-us/learn/modules/create-manage-workspaces-power-bi/2-distribute-report-dashboard
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/collaborate-share/service-create-the-new-workspaces

• recommend a development lifecycle strategy

Power BI Premium tem pipelines de desenvolvimento, que ele chama de “deployment pipelines”. Essa pipeline funciona como um ciclo de desenvolvimento, criando workspaces, premium para dev > test > prod. Você precisa configurar, mas depois o Power BI faz o controle dos arquivos e datasets de cada ambiente. Links:
https://docs.microsoft.com/en-us/learn/modules/create-manage-workspaces-power-bi/4-development-lifecycle-strategy
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/create-reports/deployment-pipelines-best-practices

• assign workspace roles

Roles nas Workspaces podem ser Admin, Member, Contributor e Viewer. Se a workspace for Premium, usuários FREE podem receber permissão de Viewer, porém qualquer permissão acima disso precisa ser PRO. Links:
https://docs.microsoft.com/en-us/learn/modules/create-manage-workspaces-power-bi/2-distribute-report-dashboard

• configure and update a workspace app

Configurar e atualizar Apps precisa de licença PRO. Workspace e Apps funcionam como 1 pra 1, ou seja, só existe uma app pra cada workspace e vice-versa. Uma App pode conter várias coisas, como vários e diferentes reports, dashboards, links pra outras páginas, videos de youtube, powerpoint, etc. O bom da App é que você pode distribuir pra muita gente, e ela tem uma opção de instalar automaticamente no Power BI Service de que você quiser. Você também pode dar opção de reshare e build permission nos datasets da App, de forma que as pessoas possam compartilhar sua App e usar os datasets dela pra criar novos relatórios. Links:
https://docs.microsoft.com/en-us/learn/modules/create-manage-workspaces-power-bi/2-distribute-report-dashboard
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/collaborate-share/service-create-distribute-apps

• publish, import, or update assets in a workspace

Assets de uma workspace são reports, datasets, dataflows, dashboards, apps, seus membros… basicamente isso. Pra saber lidar com isso é preciso saber gerenciar uma workspace. Se você parar pra pensar vai ver que a workspace como um coração do Power BI, é onde tudo se encontra. Links:
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/collaborate-share/service-new-workspaces

• apply sensitivity labels to workspace content (adicionado em 24/set)

Assim como no Office, no Outlook, a Microsoft incorporou no Power BI os sensitivity labels, que podem ser adicionados em reports, dashboards, datasets e dataflows, ou seja, tudo que você pode ter dentro de uma workspace. Os sensitivity labels ajudam a bloquear pessoas com acesso indevido ao conteúdo e evitar vazamento de dados (data leakage). O vídeo abaixo ajuda muito a entender esse processo. Links:
https://docs.microsoft.com/en-us/learn/modules/create-manage-workspaces-power-bi/6-data-protection
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/admin/service-security-apply-data-sensitivity-labels
https://docs.microsoft.com/en-us/power-bi/admin/service-security-data-protection-overview
https://www.youtube.com/watch?v=zEx0449K7F8 – How to enforce data security with Microsoft Information Protection using Power BI

Publicado por Pedro Carvalho

Apaixonado por análise de dados e Power BI.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: